Iacer Duarte

Brasil atrai imigrante em busca de emprego e qualidade de vida: conheça trajetória de quem saiu do Golfo da Guiné e hoje mora no Rio de Janeiro

Há onze anos, Iacer Duarte se mudou para o Rio de Janeiro em busca de transformar a vida dele, da esposa e filha; hoje, estuda para atuar em cloud computing

Iacer Duarte é natural das Ilhas de São Tomé e Príncipe, no Golfo da Guiné. Antes de se mudar para o Brasil, ele vivia com a família na Ilha de São Vicente, em Cabo Verde, África. Contudo, queria proporcionar uma qualidade de vida melhor para si mesmo, para a esposa e filha, então, acabou se mudando com elas para o Rio de Janeiro. De acordo com dados do relatório “2011-2020: Uma década de desafios para a imigração e refúgio no Brasil”, produzido pelo Observatório das Migrações Internacionais (OBMigra) junto com o Ministério da Justiça e Segurança Pública e a Universidade de Brasília (UnB), o Brasil possui 1,3 milhão de imigrantes.

Ainda segundo o estudo, em dez anos ocorreu um aumento de 24,4% no número anual de novos imigrantes registrados no Brasil. No geral, a qualidade de vida, assim como a busca por trabalho e segurança, é um dos principais motivadores que impulsionam o fluxo migratório. E, foi justamente pensando na transformação de vida que poderia ser possível, que Iacer e a família vieram para o Brasil, há onze anos.

“Foi uma decisão concertada, bem pensada, difícil e bastante desafiadora. Mesmo assim, minha família recebeu a notícia com naturalidade, pois queríamos condições melhores. Depois de vender alguns pertences e com a ajuda de bons amigos, inclusive brasileiros que moram em Cabo Verde, pegamos um voo direto para Fortaleza e de lá viemos para o Rio”, explica ele que, ao chegar, passou por desafios de adaptação à cultura e aos costumes locais.

Hoje, Iacer trabalha como zelador de um condomínio residencial. Ele conta que, em Cabo Verde, as pessoas são funcionárias públicas, por apadrinhamento, mas que também há muito desemprego. Aqui, ele ocupa parte do tempo estudando. “Eu nunca parei de estudar, sempre gostei de fazer cursos online e fui estudando matérias das disciplinas de matemática e português com leituras e pesquisas. Antes de conhecer a área de Tecnologia e de me tornar zelador, fui auxiliar de logística, auxiliar administrativo, vendedor técnico e auxiliar de almoxarifado.”

Contudo, foi em 2018 que Iacer ouviu falar pela primeira vez na área de Tecnologia, já aqui no Brasil. “Eu assisti a uma reportagem na TV que falava sobre a grande demanda por profissionais qualificados, então me interessei e acreditei que posso ser um profissional da área mesmo com as dificuldades que ela apresenta. Foi quando comecei a fazer os primeiros cursos pagos, bem baratos, indicados por um ex-morador aqui do prédio onde trabalho.”

Segundo o relatório Panorama de Talentos em Tecnologia, realizado pelo Google for Startups com apoio da Abstartups e da Box 1824, até 2025 o Brasil terá um déficit de 530 mil profissionais de tecnologia no período de quatro anos (contando desde 2021). Além disso, de acordo com a pesquisa, existem barreiras regionais que precisam ser levadas em consideração: atualmente, 43% dos profissionais do setor estão concentrados somente no estado de São Paulo. Ainda existem mais obstáculos quando se fala de mulheres e pessoas negras, que são menos incentivados ao longo da jornada. 50% das pessoas entrevistadas para o relatório consideram o mercado de Tecnologia totalmente ou muito homogêneo em relação à raça, classe, religião e gênero, enquanto apenas 15% o consideram totalmente diverso.

“Hoje, passados cinco anos fazendo diversos cursos nas várias tecnologias que existem no mercado, consegui reunir um pouco de bagagem em assuntos gerais”, explica Iacer. Foi por meio de conversas com um também morador do condomínio em que trabalha, considerado um amigo, que o zelador descobriu que não necessariamente precisaria de um curso de ensino superior para atuar com Tecnologia da Informação.

Hoje, Iacer também é aluno da Escola da Nuvem, uma organização social sem fins lucrativos que atua capacitando gratuitamente jovens acima de 16 anos e em situação de vulnerabilidade social para seguir carreiras em cloud computing. “Tive interesse pela proposta diferenciada de passar pelos testes e entrevistas [de seleção para o curso] e para iniciar um projeto de Cloud com chances de empregabilidade muito amplas, o que não vi em outras escolas de tecnologias”, conta. 

Na Escola da Nuvem, além de conseguir a certificação de habilidades técnicas em computação em nuvem, o aluno também tem aulas de habilidades comportamentais essenciais para o mercado de trabalho, além de receber suporte para ingressar no mercado de trabalho em vagas de entrada, como trainee ou júnior. “As aulas de autoconhecimento, inteligência emocional, autonomia e protagonismo, competências essenciais para o ambiente de tecnologia, além de conteúdos sobre como otimizar o tempo, comunicação, dentre outros, têm contribuído bastante para termos uma percepção aprofundada [da área de Tecnologia], comenta Iacer Duarte.

Segundo ele, “o engajamento da Escola da Nuvem com os alunos é bastante envolvente e atrativo, pois existe todo um processo de acomodação do aluno, preparo com soft skills, debates e participação ativa dos alunos e professores. Fica um clima bem aconchegante que nos deixa confiantes e motivados, mesmo conscientes das dificuldades que virão.” Iacer acredita que o mercado de Tecnologia no geral seja “bastante promissor, porque o ambiente desse mercado valoriza muito a diversidade, autoconhecimento, trabalho em equipe e treinamentos contínuos com valorização profissional, assim como salários atrativos.”

Pensando no ponto de vista social, o zelador também defende a maior participação das empresas de tecnologia “de modo a dar mais oportunidades de estágios bem remunerados, treinamentos, especializações e mentorias, como forma de motivar alunos a migrarem para área de Tecnologia”, inclusive com convênios com os governos municipais, estaduais e federais. Segundo ele, a participação de pessoas negras na área de Tecnologia “é importante pois contribui para o empoderamento social e econômico, melhora muito a autoestima e a integração na sociedade. Na diversidade podemos contribuir com riqueza de detalhes para as melhorias que precisamos na sociedade, que queremos mais justa, equilibrada e vibrante”, defende Iacer.

O desejo dele para o futuro é que consiga “ser um bom profissional de Tecnologia por poder mudar a história da minha família e por mérito. Quero poder reunir condições de revisitar meus parentes em São Tomé e Cabo Verde”, finaliza ele que, depois de tanto tempo, também se considera um carioca nato. “Tenho cidadania brasileira, gosto de viver aqui, gosto da comida, da cultura, das pessoas e do clima agradável que caracteriza o Rio, com muita praia e sol, sem esquecer a temporada de chuva”, lembra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Brasil Educação Tecnologia Últimas Notícias

Projeto QualiFacti amplia acesso à capacitação tecnológica com cursos gratuitos em todo o Brasi

Os cursos do QualiFacti abordam temas relevantes para atender às demandas atuais e futuras do mercado de trabalho, tanto nas...
Leia mais
Variedades

Qual o sapato masculino Vocca mais barato?

Se você é um homem que valoriza qualidade, estilo e preços acessíveis, você veio ao lugar certo. Neste artigo, vamos...
Leia mais
Variedades

Amarração do amor: Dicas poderosas do médium Antônio de Abiaxé para conquistar quem se ama

Quando se trata de assuntos do coração, a busca pelo amor verdadeiro muitas vezes nos leva a explorar diferentes caminhos...
Leia mais
Tecnologia

Google Ads e estratégias de SEM e SEO podem ficar obsoletos com o avanço da IA

*Por Daniel Bastreghi Com o avanço e a popularização da inteligência artificial, como por exemplo, na modalidade generativa, é possível...
Leia mais
Tecnologia

Inteligência Artificial e o futuro do trabalho: quais são os reais impactos na empregabilidade dos profissionais? 

Por Durval Jacintho* Uma das questões que mais geram insegurança e receio sobre o uso intensivo da Inteligência Artificial (IA)...
Leia mais
Últimas Notícias

Rio Poluído com Lixo: Como Resolver o Problema

A crescente poluição dos rios com lixo tem se tornado um problema cada vez mais grave e urgente. A contaminação...
Leia mais
Variedades

Por que a piscina fica verde quando chove

Você já observou por que a piscina fica verde  quando chove forte? Isso acontece porque a água da chuva pode...
Leia mais
Variedades

O que é aterro sanitário e qual seu impacto na gestão de resíduos

O aterro sanitário é uma técnica de disposição final de resíduos sólidos que visa minimizar o impacto no meio ambiente....
Leia mais
Tecnologia

Segurança cibernética: uma análise da ética nas empresas e do papel das lideranças a partir dos sete pecados capitais

*Por Durval Jacintho A segurança cibernética surgiu para combater o crescente uso criminoso de computadores e redes, que causa muitos prejuízos às...
Leia mais
Variedades

Primeiro estacionamento inteligente do Brasil foi projetado em Pomerode (SC) com uso de água e energia elétrica sob demanda

Desenvolvido pela LabRetail em parceria com a startup catarinense TRV, espaço é voltado para viajantes e usuários de motorhomes e...
Leia mais
Tecnologia

Sociedade, governo ou indústria: quem terá maior controle da inteligência artificial no futuro?

Por Durval Jacintho*No futuro, quem terá maior influência e controle da inteligência artificial? Essa é uma inquietude a respeito do...
Leia mais
Tecnologia

Projeto social incentiva o ingresso de pessoas negras no mercado de Tecnologia

No Brasil, 37% das pessoas que atuam em Tecnologia são pretas, apesar de a quantidade de pretos e pardos no...
Leia mais
Educação Tecnologia Últimas Notícias

QualiFacti anuncia a abertura da segunda turma do curso gratuito de Inteligência Artificial com 1000 vagas disponíveis para todo o país

Após grande procura na primeira turma, as inscrições para a segunda turma do curso “Inteligência Artificial aplicada à Visão Computacional”...
Leia mais
Esporte

Como escolher o melhor tecido para sua roupa de treino

Roupa de treino é uma parte essencial do guarda-roupa de qualquer pessoa ativa. O tecido escolhido pode fazer uma grande...
Leia mais
Variedades

6 tendências do varejo que vão virar o jogo do consumo nos próximos anos

Uso das redes sociais e influenciadores para vender, a chegada da IA e do Metaverso, a sustentabilidade e a integração...
Leia mais
Tecnologia

Cloud computing pode ser diferencial competitivo de quem está ingressando em TI

Ao fazer parte de iniciativas voltadas para Tecnologia, é possível aprender habilidades técnicas e comportamentais importantes para o setor, além...
Leia mais
Concursos Públicos

Concursos Públicos de 2024 no Estado de São Paulo

O ano de 2024 se aproxima com excelentes notícias para os concurseiros de plantão no Estado de São Paulo. Com...
Leia mais
Variedades

Por que a duração de um tênis feminino pode variar?

Você já se perguntou por que alguns tênis femininos duram mais do que outros? A resposta pode estar em uma...
Leia mais
Variedades

7 tendências de decoração para o Natal 2023: saiba os destaques!

Do uso de tons verdes, dourados e até estampa xadrez a elementos orgânicos e luzes tecnológicas, saiba o que será...
Leia mais