China Covid-19

Dados vazados sugerem que China pode ter 640.000 casos COVID-19

Um banco de dados vazado da Universidade Nacional de Tecnologia de Defesa da China sugere que o país tem centenas de milhares de casos a mais de coronavírus do que o número oficial de 84.029.

 

O banco de dados da universidade de Changsha vazou para a Foreign Policy e para 100 repórteres, de acordo com o Daily Mail .

 

Contém dentro do conjunto de dados 640.000 entradas individuais de pelo menos 230 cidades em todo o país – que incluem latitude, longitude e número “confirmado” de casos nesse local em uma data específica que varia de fevereiro a final de abril.

 

Os locais incluem hospitais, supermercados, apartamentos, hotéis, estações ferroviárias, escolas, restaurantes e até uma filial do Kentucky Friend Chicken.

 

Dito isso, não está claro a partir dos dados o que é classificado como um caso “confirmado” do COVID-19, enquanto a falta de nomes de pacientes ou informações de contato impossibilita a verificação das informações.

 

 

O número também pode ser muito maior. Uma única entrada de dados descrita por quem tem acesso ao banco de dados contém dois casos do vírus, relatados em uma igreja na cidade de Harbin em 17 de março.

O número também pode ser menor. Os repórteres dizem que não está claro como os dados foram coletados – embora o site da universidade afirme que usou vários recursos públicos. – Correio diário

 

A China afirma oficialmente que dos mais de 84.000 casos no país, apenas 4.600 pessoas morreram – números que foram contestados ou refutados por vários médicos.