Sérgio Moro quer aeronave para vigiar fronteiras de Rondônia

TRÁFICO: Moro quer aeronave para vigiar fronteiras de Rondônia
Sérgio Moro quer aeronave para vigiar fronteiras de Rondônia

Ministro da Justiça e Segurança pública, com o governador Marcos Rocha, busca pacto com militares do primeiro escalão do governo Jair Bolsonaro para garantir investimento em Rondônia

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em articulação com militares que ocupam o primeiro escalão do governo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, pretende turbinar um plano de integração e controle nas fronteiras brasileiras e vai apresentar à área econômica uma proposta de aporte de R$ 53,6 milhões para a compra de equipamentos a serem distribuídos em oito estados.

Na lista, há desde itens mais simples, como aparelhos eletrônicos, até uma aeronave a ser usada para vigiar os limites de Rondônia, rota dos traficantes de drogas que saem da Bolívia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O plano prevê a instalação de escritórios em que todos os órgãos de repressão e controle trabalharão integrados, como Receita Federal, Polícia Federal e Polícia Rodoviária, além do Itamaraty.

O primeiro, considerado o projeto piloto, será inaugurado em Foz do Iguaçu (PR) no segundo semestre.

Aos técnicos da Receita caberá, já na fronteira, investigar possíveis suspeitos de crimes de lavagem de dinheiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A tese de Moro, antes aplicada à Lava-Jato e que hoje dá lastro ao seu plano de segurança pública, é que o rastreamento financeiro é o método mais eficaz de combate ao crime organizado — que tem nas fronteiras o cerne de suas operações.

(O GLOBO)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

v

Bastidores da Notícia