Saiba quais são os maiores problemas dentais

Os dentes são o nosso cartão de visita e cuidar deles é o que podemos fazer de melhor, tanto para nossa saúde quanto para nossa autoestima, evitando problemas dentais.

Manter os dentes saudáveis promove nosso bem estar e retarda problemas futuros que podem causar dores, mau hálito e perda dentária. 

Em todas as fases da nossa vida temos que tomar cuidado com os dentes, cada uma delas exige tratamentos e procedimentos específicos. Vamos falar sobre algumas a seguir:

Cuidando dos primeiros dentes 

Os bebês costumam passar por uma das fases mais complicadas quando os primeiros dentinhos começam a surgir, isso inicia-se a partir dos 6 meses de vida, quando eles ficam agitados e dão vários sinais que algo está incomodando. 

A gengiva fica inchada e vermelha, pois os dentinhos começam a rasgar essa pele pela primeira vez. O incômodo acaba gerando dores em toda a face, por isso é comum ver bebês colocando as mãos sobre o ouvido, bochechas e nariz. 

Quando isso acontece, existem formas de aliviar as dores dos pequenos, sendo umas das maneiras é comprando e higienizando sempre mordedores macios. Massagear a gengiva com a ponta dos dedos também é uma opção, mas nunca esqueça de estar com as mãos limpas.

Escovar os dentes é muito importante nessa fase, porém há algumas ressalvas: a escova precisa ser hiper macia e pequena, usando pouca pasta de dente (a quantidade de um grão de arroz).

Cuidados dentais na infância 

Para que a dentição de uma criança esteja completa o tempo é de 24 a 30 meses de vida e nesse tempo os cuidados precisam ser redobrados.

Muitos pais acham que não precisa se preocupar tanto com os dentes de leite por saber que logo irão cair e os permanentes irão tomar conta, e que esses sim serão os que deverão ter cuidado, mas isso é um equívoco totalmente absurdo.

Os pequenos precisam de todo o cuidado, até porque o desenvolvimento dos dentes permanentes depende do cuidado com os de leite. 

A alimentação em todas as fases da vida influencia muito nos nossos dentes, mas na infância é quando os pais precisam ter maior controle, pois crianças tendem a exagerar nos doces, fazendo com que surjam muitos problemas, como cáries e tártaros. 

Com 6 anos as dentições permanentes começam a dar os primeiros sinais, e os dentes de leites ficam “moles”, fase que muitas crianças esperam e outras sentem medo. 

Porém, tenha muita paciência nesse momento, ensine e mantenha a higienização dos dentes ainda mais forte. É o momento em que o uso do fio dental é inevitável. Use produtos infantis para estimular o hábito.

Caso haja dúvidas sobre valores para consultas odontológicas, procure um plano odontológico para empresas, caso já não haja um convênio próprio no local de trabalho.

Cuidando dos dentes na adolescência 

Após todos os dentes estarem completos, a partir dos 14 anos, chega uma outra fase complicada: quando os terceiros molares começam a dar as caras. Sim, os famosos “sisos”, o pesadelo de muitos. Contudo, é comum que só comecem a nascer aos 18 anos. 

Através de um raio-x, o dentista consegue identificar se esses dentes irão afetar negativamente a arcada dentária do adolescente. Caso isso possa vir a acontecer, pode haver uma intervenção cirúrgica. 

É sempre importante ter um profissional de confiança nesse momento, por isso tenha um plano odontológico empresarial preços. Muito melhor do que esperar pelo pior, é prudente estar com as consultas periódicas com um dentista em dia.

Cuidado com os dentes durante a vida adulta 

Os cuidados acabam sendo mais intensos com o passar dos anos, pois os dentes com tempo vão enfraquecendo. Em determinadas empresas, há planos de odonto pme, assim consultas e procedimentos odontológicos acabam saindo em conta.

Por isso é importante fazer uma visita ao dentista pelo menos de 6 em 6 meses, para fazer uma limpeza e verificar se não há problemas com a saúde dos seus dentes.

O adulto também deve continuar mantendo a higienização diária usando pasta de dente com flúor, fio dental e enxaguante bucal sem álcool, o suficiente para ter uma boca e dentes saudáveis. 

Cuidado dos dentes na terceira idade

Com o passar dos anos é comum que os dentes acabem ficando mais sensíveis, assim, o cuidado precisa ser redobrado.

A alimentação é importante em todas as fases da vida, na terceira idade manter todos os nutrientes em dia é importantíssimo para que os dentes se mantenham firmes e fortes. 

Muitos idosos com o passar do tempo acabam perdendo a dentição e com isso usam prótese dentária. De toda forma, a higienização deve ser feita corretamente, então siga a orientação do seu profissional.

Quais são os maiores problemas dentais?

A prevenção dos problemas dentários podem evitar que doenças sérias afetem nossa saúde e é muito simples. Através da escovação diária e consultas com dentista periodicamente. 

Alguns dos problemas dentários mais comuns incluem:

  • Cárie;
  • Gengivite;
  • Periodontite; 
  • Bruxismo.

Caso qualquer um desses problemas seja identificado, confira se onde trabalha há um convenio odontológico empresarial e garanta todos os tratamentos necessários, com valores que caibam no orçamento.

Como fazer a prevenção de doenças bucais?

A maioria das doenças bucais podem ser prevenidas apenas com a higiene bucal feita corretamente. O processo é simples, na verdade.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que para ter uma arcada dentária saudável, é necessário escovar os dentes 3x por dia.

Se isso for feito da maneira correta, muitas doenças podem ser evitadas. Por isso mantenha sempre os dentes limpos. 

Como a alimentação pode influenciar na saúde bucal?

A alimentação tem um grande papel no nosso físico e emocional, inclusive nos nossos dentes. Já ouviu falar daquele ditado, “você é aquilo que come?”, ele é muito correto quando se trata da saúde como um todo. 

Existe um vilão muito grande para os nossos dentes e está presente na casa da maioria dos brasileiros: o açúcar. 

O açúcar entra nas nossas casas em forma de refrigerante, bolachas, bolos, etc. Pensamos apenas nele como vilão do peso, mas ele também afeta os dentes, pois é o alimento que mais gera cárie, tártaro e doenças  periodontais graves. 

Prefira alimentos saudáveis como frutas e legumes, pois são ricos em fibras e cálcio e mantém os dentes fortes e saudáveis prevenindo doenças e combatendo a ação de bactérias.

Se tiver qualquer dúvida em relação aos tratamentos mais apropriados para cada caso e arcada dentária, sempre procure um profissional da odontologia, seja através de um plano odontologico empresarial ou particular.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.