Após TCE recomendar rejeição, Câmara de Nova Mamoré aprova contas da prefeitura

O vereador Hiran (PSB), foi o único que seguiu o parecer do TCE sobre as contas de 2017. “existia elementos contundentes para a reprovação das contas”. Declarou.

Na noite desta segunda – feira (07), a Câmara de vereadores de Nova Mamoré/RO foi contra a orientação do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, para reprovar as contas do prefeito Claudionor Leme da Rocha exercício 2017. Foram 10 votos a favor da aprovação e 1 pela reprovação.

Seguindo o trâmite legal dentro da casa de leis do município, as contas passaram pela Comissão de Constituição e Justiça, que é composta pelo vereador presidente André do Sindicato que, que votou pela aprovação das contas, seguido pelo voto do secretário, vereador Valdomiro Lúcio que votou também pela aprovação, o único voto pela reprovação foi do relator da comissão, vereador Hiran Matos (PSB).

Os vereadores que votaram pela aprovação das contas do prefeito foram:

  • Altamir Fochesatto (PDT)
  • André do Sindicato (PT)
  • Denizio Pereira (PDT)
  • Anael Nogueira (MDB)
  • Célio Brito (MDB)
  • Irmão Idi (PSDB)
  • Toinho Barroso (SD)
  • Valberto Alecrim (PHS)
  • Jerry Adriani (PTB)
  • Valdomiro Lúcio (PMN)

 

Os vereadores que votaram pela rejeição das contas do prefeito foram:

  • Vereador Hiran

 

O vereador Hiran Matos (PSB) declarou que: “O município de Nova Mamoré tem 31 anos de história, nunca um prefeito cometeu tamanha irresponsabilidade fiscal, atingindo mais de 60% de gastos com folha de pagamento, sendo que o limite máximo é 54% da RCL de despesa com pessoal”, destacou.

O único e solidário vereador preocupado com os rumos do município foi é vereador Hiran, que disse “sou contra as aberrações dessa gestão irresponsável, sem compromisso com o povo, sem ação e fraudulenta na contabilidade, segundo o tribunal de contas”, finalizou.

Fonte: Assessoria